...

Japa vira ator pornô aos 76 anos: "serei mais conservador no futuro"

Japonês virou ator pornô aos 76 anos

Quando se fala em aposentados, é inevitável vir à mente a figura daquele velhinho pacato sentado no banco da praça e jogando seu biribinha com os camaradas. Um japonês muito do assanhado, no entanto, não quis nem saber de incorporar este estereótipo. Agente de viagens durante toda a sua vida, Shigeo Tokuda, de 76 anos, não teve dúvidas quando chegou a sua hora de descansar: o coroa virou ator pornô.

O "trabalhinho sujo" de Tokuda vinha sendo mantido em segredo desde 1996. Apesar de o vovô ter comentado com a esposa e com a filha que, de vez em quando, participava de alguns filmes de baixo orçamento, a sinopse das filmagens só foi descoberta quando, em 2006, a herdeira interceptou um fax com detalhes picantes de uma cena. Então, mãe e filha deram uma prensa no garanhão, que finalmente abriu o bico.

- Minha filha reclamou que isso não era um trabalho muito legal de se fazer. Já minha esposa ficou preocupada com minha saúde. Ela disse que eu estava ficando velho e que este trabalho exige muito preparo físico - contou Tokuda.

Desde que descobriu o mundo pornô, o coroa se tornou um dos mais importantes atores do gênero no país. Em quase 15 anos de carreira, Tokuda, sob o nome artístico de "Ancião da Sacanagem", já mostrou seus dotes em mais de 350 filmes, entre eles, o campeão de vendas "Maníaco treinando lolitas". Como o nome já diz, o "Sr. Myiagui do sexo" não quer nem saber do ditado que diz que panela velha é que faz comida boa. O taradão só quer saber das novinhas.

- Sou um modelo para muitos homens. Todos os filmes que faço são baseados em fantasias masculinas. Normalmente, eu dou vida a uma espécie de mestre do prazer, que ensina à garotada os atalhos para o orgasmo. Não descarto nada para as cenas. Chicotes e outros brinquedos são bem vindos - explicou.

Hoje em dia, Tokuda faz uma média de um filme por semana, ganhando até R$ 1.500 por dia de gravação. O entretenimento adulto é uma indústria crescente no Japão. Dono da população mais idosa do mundo, o país é segundo maior consumidor de pornografia do planeta, ficando atrás apenas dos EUA.

- Eu disse a minha família que não tenho vergonha do meu novo trabalho, mas que eu tentarei ser mais conservador no futuro - concluiu Tokuda.

Pois é... Quem viver, verá!


Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »