...

Você sabe calcular a idade do seu cão?

Se o seu cachorro tem cinco anos, então na idade humana ele já deve estar com uns 35, certo? Provavelmente não. Apesar da proporção 7 para 1 ser um grande mito 'canino', contextualizar a vida de um cachorro é muito mais complexo do que isso.
O conceito dessa proporção foi criado ainda no século XIII, quando a Abadia de Westminster declarou que a vida dos cães seguia a linha 9 para 1. 500 anos depois, um naturalista francês mudou a regra, adaptando à matemática para 1 para 8. Até que em 1950, chegaram ao número sete.
“Acredito que foi uma ação de marketing. Foi um jeito de encorajar os donos a levarem os seus cachorros ao veterinário ao menos uma vez por ano”, afirma o veterinário William Fortney. Mas pesquisadores começaram a questionar a validade da tal regra. Nos estudos do francês A. Lebeau, descobriu-se que os cães envelhecem 15 a 20 vezes mais em seu primeiro ano de vida do que os humanos.
Veja se sua raça se encaixa no gráfico (Foto: Reprodução)
Depois disso, seu envelhecimento diminui, até mesmo gerando uma relação de cada ano canino vivido corresponder a cinco humanos. Para o autor, isso gera uma proporção ainda mais exata: cão de um ano igual ao humano de 15; cão de dois anos igual ao humano de 24; e depois disso cada ano vivido por um cachorro equivale a quatro humanos.
Mas mesmo assim, outros estudos propuseram outras lógicas de cálculo. Para os especialistas, tamanho, peso e raça são dados essenciais para quantificar a idade dos cães. Segundo o expert em envelhecimento animal David J. Waters, “oito anos em uma raça não são equivalentes a oito anos em outra”.
Os cachorros podem ser divididos em quatro tamanhos: pequenos, médios, grandes e gigantes. Segundo institutos de pesquisa, o porte é um fator marcante na diferenciação de idade. Biólogos acreditam que cachorros gigantes envelhecem mais rapidamente do que os pequenos.

No geral, os cachorros começam a sofrer de problemas geriátricos a partir de um exato ano. Em anos humanos; 11 para cachorros pequenos, 10 para os médios; oito para os grandes e sete no caso dos gigantes.
Além disso, estudos descobriram que raças como são bernardo podem envelhecer 26 anos humanos em apenas um ano de vida; enquanto o poodle apenas 10. Contrariando a lógica do tamanho, os beagles costumam envelhecer mais rapidamente do que animais com o seu porte. Mas os cientistas ainda não encontraram uma justificativa plausível para o fenômeno.
Cães pequenos, médios, grandes e gigantes possuem idades diferentes (Foto: Reprodução)

Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »